X
Menu

Cirurgia Refrativa

Cirurgia Refrativa

Os erros de refração levam a sintomas diversos, desde um leve borramento visual até uma baixa de visão severa. São eles a miopia, o astigmatismo, a hipermetropia e a presbiopia.

Miopia: É quando o olho é muito comprido e por isso os raios luminosos não conseguem atingir a retina (figura 1). A pessoa enxerga bem de perto e ruim de longe.

Hipermetropia: É quando o olho é muito curto e por isso os raios luminosos não conseguem atingir a retina (figura 2). A pessoa enxerga bem de longe e ruim de perto. Em alguns casos, onde a pessoa tem mais de 40 anos ou o grau da hipermetropia é muito alto, a pessoa não consegue enxergar nem de longe, nem de perto.

Astigmatismo: É quando o olho tem um formato irregular, ovalado e por isso os raios luminosos incidem em lugares diferentes, gerando imagens distorcidas tanto de perto como de longe.(figura 3)

Presbiopia: É quando os músculos intra-oculares perdem a força e com isso deixam de modificar o cristalino, não permitindo mais o ajuste para focar a imagem de perto.É um processo natural que ocorre após os 40 anos , também conhecido como vista cansada.

Os erros refracionais podem ser corrigidos através de óculos, lentes de contato e cirurgia refrativa. Os dois últimos são utilizados por estética, quando o paciente é dependente dos óculos.
A cirurgia é feita através de uma mudança na curvatura da córnea, projetando a imagem para o local correto da retina.
A técnica mais utilizada é o Lasik, onde faz-se um corte na córnea, levantando um flap. Após isso aplica-se o excimer laser no estroma corneano, corrigindo a curvatura da córnea. Pra finalizar, retorna-se o flap para a posição inicial sem precisar de pontos.(figura 4) (https://www.youtube.com/watch?v=BqGK37DTxZY)

Apesar de ser extremamente sofisticada e requerer do cirurgião habilidade e treinamento, a cirurgia refrativa é bastante segura e rápida. Na maioria das vezes o paciente recebe alta algumas horas após ser operado, sem precisar de curativo.
O tratamento posterior é com uso de colírios e os pacientes podem retornar à suas atividades do cotidiano nos dias seguintes à cirurgia.
Nos últimos anos a tecnologia veio inovando a cirurgia refrativa, aumentando a segurança e melhorando os resultados cirúrgicos.C

Share